Antecipe a sua Declaração de Imposto de Renda 2018

A declaração de Imposto de Renda Pessoa Física 2018, ano base 2017, deverá ser entregue a partir do dia 1º de março.
A fila de restituição prioriza os idosos e portadores de doenças graves, mas após esse público receber, obedece uma ordem de entrega da declaração.
Ao todo, são sete lotes de restituição, sendo o primeiro em junho e os demais nos meses seguintes até dezembro. Ou seja, quem declarar nos primeiros dias pode receber antes o valor da restituição.
Independentemente de haver restituição ou imposto devido, ao antecipar a declaração o contribuinte tem também mais tempo para conferir possíveis erros de informações e fazer a retificação antes do encerramento do prazo, evitando, deste modo, o pagamento de multa ou até mesmo cair na malha fina. Ademais, quem deixa para o fim do prazo pode enfrentar congestionamento no site da Receita Federal.

Segundo informações da Receita Federal, quem deve declarar o Imposto de Renda:

  1. Pessoas que receberam rendimentos tributáveis, como salários e aluguéis, cuja soma foi superior a R$ 28.559,70;
  2. Pessoas que receberam Rendimentos isentos, não tributáveis ou tributáveis exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40.000,00;
  3. Pessoas que obtiveram, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas;
  4. Pessoas que em 31 de dezembro, teve a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300.000,00;
  5. Pessoas que passaram à condição de residente no Brasil em qualquer mês e nesta condição se encontravam em 31 de dezembro;
  6. Pessoas que obtiveram receita bruta, através de atividade rural, valor superior a R$ 142.798,50;ou que pretenda compensar, no ano – calendário de 2017 ou posteriores, prejuízos de anos-calendário anteriores ou do próprio ano-calendário de 2016;
  7. Pessoas optaram pela isenção do imposto sobre a renda incidente sobre o ganho de capital auferido na venda de imóveis residenciais, cujo produto da venda seja aplicado na aquisição de imóveis residenciais localizados no País, no prazo de 180 (cento e oitenta) dias contados da celebração do contrato de venda, nos termos do art. 39 da Lei nº 11.196, de 21 de novembro de 2005.
    ***Esses dados podem ser alterados após a disponibilização do programa oficial pela Receita Federal.

Penalidade pela não entrega

  1. Multa de 1% ao mês de atraso, calculado sobre o valor do imposto devido na declaração, sendo essa multa limitada a 20%;
  2. Multa mínima de R$ 165,74 (apenas para quem estava “obrigado a declarar”, mesmo sem imposto a pagar).

Os documentos necessários para Declaração de IRPF 2018

Para não perder o prazo é muito importante que todos os documentos estejam em ordem, o que facilita o trabalho quando do preenchimento da declaração.
O próprio contribuinte que tem que separar o quanto antes os documentos e informações que servirão de base para o preenchimento da declaração.
Confira abaixo alguns documentos e informações necessários, para o preenchimento do Imposto de Renda Pessoa Física 2018.

Bens e direitos
• Documentos comprobatórios da venda e venda de bens e direitos ocorridos em 2017.

Dívidas e ônus
• Documentos comprobatórios da aquisição de dívidas e ônus no ano de 2017.

Rendas variáveis
• Controle de compra e venda de ações, inclusive com a apuração mensal de imposto (indispensável para o cálculo do Imposto de Renda sobre Renda Variável);
• DARFs de Renda Variável.

Pagamentos e deduções efetuadas
• Recibos de Pagamentos de Plano de Saúde (com CNPJ da empresa emissora);
• Despesas médicas e odontológicas em geral (com CNPJ da empresa emissora);
• Comprovantes de despesas com educação (com CNPJ da empresa emissora, com a indicação do aluno);
• Comprovante de pagamento de previdência social e privada (com CNPJ da empresa emissora);
• Recibos de doações efetuadas;
• Recibos de empregada doméstica (apenas uma), contendo número NIT ou PIS;
• Recibos de pagamentos efetuados a prestadores de serviços.

Separar também informações gerais
• Nome, CPF, grau de parentesco e data de nascimento dos dependentes;
• Endereço completo e atualizado;
• Cópia completa da última Declaração de Imposto de Renda Pessoas Física entregue;
• Dados da conta para restituição ou débitos das cotas de imposto apurado, caso haja;
• Atividade profissional exercida atualmente;
• Telefone Fixo e Celular;
• E-mail;
• CPF do cônjuge, caso tenho;

Deixe seu comentário

Ficamos Muitos Felizes em Poder Ajudar Você

Nosso objetivo é atender sua empresa por completo

Solicite Um Orçamento Orçamento Online